Dicas – Onde comprar esmaltes na Bolívia e no Peru

Depois de uma pausa nas dicas aqui do blog pois estava de férias, estou de volta com uma dica que não achei de maneira alguma no tio Google. Fui conhecer a Bolívia e o Peru e quem disse que eu encontrava dicas de quais esmaltes eram vendidos lá e onde eu poderia encontra-los? Parece que o post de hoje é especifico para quem vai para estes países, mas vou mostrar um pouco de como foi as minhas férias e o que encontrei de bom por lá.

Bolívia

P_20160119_190516

Desembarquei em La Paz, muitas pessoas me disseram que passaram mal lá devida a altitude e confesso que fiquei preocupada, mas a única coisa que senti foi dificuldade em respirar (parece que falta ar) e meu nariz lotou de machucados. Visitei os pontos turísticos fora da cidade como Tiwanaku (povo andino que deu origem aos Incas) e Chacaltaya.

DSC_0141

A cidade de La Paz é bem curiosa, ela é um grande buraco com um transito tipo da Índia (serio, é muito louco!) e passeando pelo seu centro histórico encontrei uma rua que tinha uma feirinha ao ar livre no seu centro desta rua. A curiosa foi ver o que tinha de bom por lá e encontrei na primeira barraca vendendo esmaltes da marca Colorina, a anta aqui esqueceu de tirar foto desta rua com as suas barraquinhas, me desculpem. Andando um pouco mais encontrei CR e outras marcas como Isabella, Charm Limit e um vidro que até agora não sei que marca é.

DSC_0001

Curiosidade: A marca Colorina (primeiro esmalte da foto) é fabricada aqui no Brasil e é o único que não tem um cheiro forte, os demais me lembram o cheiro dos esmaltes chineses.

Depois de La Paz fui visitar a cidade de Copacabana, foram  horas de ônibus para chegar ao local. Conheci o lago Titicaca e a Isla del Sol (Ilha do Sol)

DSC_0324

A cidade é um ovo, muito pequena e os nativos não são Fascinados por Esmaltes, procurei pela única rua principal e nada de encontrar um esmaltinho. Lá é comercializado muitos produtos da marca Nivea que infelizmente não tem esmaltes.

Peru

DSC_0460

De Copacabana até Cusco foram 12 horas de ônibus, a cidade é linda e o centro parece Europa. Lado ruim do lugar: nada de esmaltes. Conversei com o dono do Hotel que ficamos hospedados e essa também era uma reclamação dele (um amooooooor de pessoa), Cusco não tem nada de cosméticos. Lá visitei pontos turísticos como as ruínas de Saqsaywaman e cidades que fazem parte do Vale Sagrado.

DSC_0387

Deixando Cusco pegamos o trem para Machu Picchu e eu não tinha esperanças de encontrar um esmalte se quer por lá, realmente, não encontrei. O povoado é tão pequeno quanto Copacabana e se você quer muito ir para lá tenho algumas dicas:

P_20160127_143731

  • Tudo lá é pago em dolar, para chegar a Machu Picchu você precisa pegar um trem de Ollantaytambo (cidade ao lado de Cusco que faz parte do Vale Sagrado, 1h e 30 de van). O trem não é barato e tem diversos horários e com diversos valores. A opção mais barata é ir andando (sim, andando) que dá 3hs de caminhada pela trilha Inca.
  •  Tem 3 tipos de ingressos para o parque, o primeiro é o básico que você anda pela cidade/ruínas de Machu Picchu ( foi que eu fiz), os outros dois são de trilhas para subir duas montanhas que tem no vale, porém você precisa ter preparação física e deve reservar com meses de antecedência (normalmente 1 mês).
  •  Para ir até o vale que se encontra Machu Picchu você pode pegar um ônibus que te deixa na porta do parque, ele também é em dólares e o valor não é muito atrativo, pois deve pagar a ida e volta que dá 24 dolares (converte com esse dolar absurdo que estamos e vai ver que é muito caro).  A ida tudo bem, pois é subida e tem que fazer uma boa caminhada para chegar lá, somente a ida é 12 dolares (mesmo sendo caro vale a pena) e depois que você já está mega cansado e morto você pode descer a pé e economizar esses 12 dolares. A descida a pé até a cidade dá 1h30 em degraus que não são muito retos, fui bem devagar e foi ok.

Eu já estava achando que iria sair do Peru nem um misero esmaltinho, pois em nenhum momento encontrei algo para comprar, depois da aventura em Machu Picchu partimos para nosso último ponto da viagem: Lima.

DSC_0024

A cidade é surpreendente, gigante e que tem um calor que me deixou torrada. Achei em uma das ruas principais uma loja de departamentos (Saga Falabella) muito parecida com as que se encontram na Alemanha (Galeria Hoffmann).

IMG_0777

Foto retirada de http://www.instore.cl/proyectos/tiendaspordepartamentos/sagafalabellaplazalimanorte

Para quem não conhece, essas lojas de departamento juntam diversas marcas em um lugar bem amplo de vários andares, algumas marcas ficam em stands e outras ficam tipo as nossas lojas, só que ao invés de cada uma ter uma loja, lá elas ficam todas misturadas em um grande lojão. Lá de cara encontrei um stand da OPI e já corri para ver se tinha chego os esmaltes da Hello Kitty, infelizmente só tinha dos da Coca Cola e quando perguntei o valor quase cai dura. Cada esmaltinho da OPI no Peru custa 41 soles, sendo que a moeda deles vale mais que o nosso querido real, convertendo dá uns 48 a 50 reais (o que não vale naaada a pena). No dia seguinte voltei nessa loja novamente e já estava no caixa quando meu noivo veio falar que encontrou o stand da Sally Hansen, imagina uma pessoa ficando doida! E ainda ele me fala que estava na promoção!

P_20160130_205640

Os esmaltes em promoção são da linha Triple Shine que é claro que ainda não chegou na nossa terra, eles estavam por 19,90 soles e não achei tãããão em conta, como eu não tenho previsão de voltar para os EUA e nenhum amigo meu está pensando em ir para lá eu acabei comprando mesmo assim. Cocei muito para comprar um esmalte da OPI, acabamos em um Shopping chamado Larcomar, ele fica abaixo do nível da rua no meio de uma parede rochosa que dá para o mar. Ele tem uma área bem grande descoberta e é bem gostoso passar um tempo por lá e adivinha quem eu encontro? Mais uma loja da OPI.

P_20160130_182702

Eu entrei nesta também e dei de cara com um dos esmaltes da marca que sempre quis comprar: DS Extravagance. Em uma conversa bem louca misturando espanhol e português falei com a vendedora que me informou que era 51 soles este esmalte, pois ele tinha pó de diamante. Com certeza ela viu a minha cara de espanto e eu expliquei que aqui no Brasil este esmalte era bem mais barato que lá e ela ficou surpresa (pelo menos o Brasil ganhou um ponto positivo!). Sai de Lima somente com o esmalte da Sally Hansen, pois não encontrei nenhum outro lugar que vendesse esmaltes.

DSC_0006

Claro que eu devo não ter encontrado outros locais na Bolívia e no Peru que podem comercializar esmaltes, mas achei bem difícil encontra-los em ambos, a qualidade dos da Bolívia me parecem dos da China, comprei mais para ter uma lembrança do lugar.  Quanto a maquiagem, somente na loja de departamentos Saga Falabella que encontrei maquiagem de diversas marcas muito conhecidas e conceituadas, porém com a moeda peruana valendo mais que o real não vale a pena se aventurar e sair as compras. Você conhecia alguma das marcas de esmaltes da Bolivia? Tem mais dicas de onde encontrar esses ricos vidrinhos de muito amor? Me deixa aqui nos comentários!

Translate »